APESAR QUE NYHYW.BLOGSPOT.COM NÃO DEU CERTO

segunda-feira, 19 de junho de 2017

MAGNANIMIDADES


-Vossa Excelência é um ladrão!
Só rindo.

Vossa Excelência é um pronome já utilizado há séculos no Brasil. Excelência deriva de palavras do latim para designar o que está no alto, o que é superior, o que é muito bom. Na época em que éramos colônia de Portugal, o tu e o vos foram incorporados em nossa língua como tratamento a quem se dirigia a palavra. O tu para a plebe e o Vos para os superiores. No entanto, a alta nobreza considerava o Vos muito simplório e decidiram adotar algum termo para qualificar sua grandeza. Assim, os vassalos deveriam se dirigir ao rei como Vossa Mercê ou Vossa Senhoria. Mercê significava graça, dignidade, concessão, recompensa. Era como dizer O Escolhido, O Iluminado, O Santificado. Logo, o Vossa Mercê se popularizou e passou a ser usado para se dirigir a qualquer nobre, tornando-se banal, indigno para se referir ao Monarca. Outras expressões foram criadas, como Vossa Alteza ou Vossa Majestade para o Soberano, e o Vossa Excelência para os duques. O Vossa Mercê evoluiu para vosmecê, depois assumiu o formato coloquial você, até chegar ao atual vc. Vossa Excelência continuou designando as mais importantes autoridades.

Experimente chamar alguma Vossa Excelência moderna de vc.
Convenhamos
Vc é um ladrão não teria a mesma graça.
Os únicos canais que prestam na TV são TV Câmara e TV Senado
Bom pra rir.
Como alguém pode levar a sério essa palhaçada?
Tiriricas dissimulados.
Não entendo essas pessoas que votam
Não estou julgando
Bom esclarecer
Apenas não entendo
Sem querer julgar
Bom esclarecer de novo
Não julgar para não ser julgado pelos donos da verdade.
Meu título de eleitor está cancelado há mais de vinte anos
Tirei essa porcaria aos 16, por puro desaforo
Para não votar em 89 nem nunca mais
Foi na ilusão constitucional de 1988, gritavam
“Chegou a nossa vez, voto aos 16!”
Só rindo
Nunca votei, nunca justifiquei, nunca paguei merda nenhuma de multa
Me recuso até mesmo a votar nulo ou branco
Dia de eleição nem saio de casa
Ou posso não resistir à vontade de botar fogo na cidade emporcalhada de panfletos
Não sou um cidadão, com muito orgulho
Aos 16 não podemos beber mas podemos desgraçar o país nas urnas
Optei por beber e me fuder sozinho, sem fuder com a vida de mais ninguém
Depois de um tempo suspenderam meu CPF também
Foi ótimo, liberdade de nunca poder ser escravizado por nenhum parcelamento, empréstimo ou financiamento
Só me restou o RG
Eu acho
Joguei ele em algum canto
Se bobear já cancelaram também
Fico imaginando se vão acabar me deletando do mundo por não votar
Tipo aquele filme dos anos 90 com a Sandra Bullock
Mas um dia votarei sim
O dia em que aos políticos só seja permitido usar serviços públicos
Ônibus, restaurante popular, postos de saúde e hospitais públicos, moradia em abrigos
e salário mínimo
Salário mínimo para todos
Seria um bom slogan de campanha
Campanha sem financiamentos públicos ou privados
Apenas divulgação das ideias e programas de governo em meios públicos de comunicação.
Sim, um dia votarei
Sorrindo

Mas não será em Vossa Excelência.

domingo, 18 de junho de 2017

Zines Recebidos: Zine Zen , Pulha



Pulha é uma publicação de humor escrachado e loucuras diversas inspirada pelos clássicos do gênero como Mad, Chiclete com Banana e Casseta Popular. Destaque nas duas primeiras edições para as afiadas entrevistas com as "personalidades do ano".
Contato: pulha-13@hotmail.com , https://www.facebook.com/pulha13/ .

Já o Zine Zen tem um formato de livreto muito prático e criativo, e tem como objetivo divulgar as práticas do Yoga e Zen Budismo.
Contato: Lívia Coimbra - livcoimbra@gmail.com 

















sábado, 15 de abril de 2017

A NEW FUTURE




A NEW FUTURE





- Trump, o que está acontecendo?
- Hã, desculpe, meu senhor, o que está errado?
- O que está errado? Está tudo errado! Por que a nova lei do sistema de saúde ainda não foi aprovada?
- E-estamos trapalh...trabalhando junto aos senadores pra...
- Trabalhando? Não parece! Não estamos vendo nenhum resultado! E esses indicadores financeiros? Que números são esses? Quero que todos esses números sejam revistos.
- Sim, senhor, imediatamente.
- E dê um jeito naquele site que não para de nos atacar. Eles estão ficando populares.
- Vamos tomar providências, senhor...
- Providências? Não queremos providências, Trump. Queremos resultados! Resolva! Está dispensado, pode sair.
- Sim, senhor, obrigado, senhor.
Fecha a porta atrás de si. De volta à sua suíte, enxuga as lágrimas e retoca a maquiagem para continuar com a expressão firme. É o presidente, não pode demonstrar fraqueza. Está pronto pra mais um compromisso. Mais uma divertida coletiva da imprensa.

domingo, 26 de março de 2017

Fantasma Artzine


O Fantasma é um dos mais icônicos super heróis dos quadrinhos em todos os tempos. Criado por Lee Falk na década de 1930, tornou-se uma lenda imortal entre os fãs, passando de geração a geração de apreciadores. Lembro de visitar meus avós na infância e me deparar com diversos gibis do Fantasma, que já estavam na casa deles há décadas e haviam sido adquiridos por meu pai e tios, e eu me tornava o mais novo leitor. Se a identidade do Fantasma deve ser passada de pai pra filho, tornando-o assim um herói imortal, o mesmo pode-se dizer de suas HQs. Essa foi apenas uma das ótimas sacadas de Falk. Outra, a que eu considero mais genial, o anel da caveira, utilizado em sua mão direita, que deixa uma marca permanente na pele de quem recebe o fatídico soco. O Fantasma chama a atenção por sempre ter sido um personagem diferente, mais sombrio e envolto em mistério, numa época em que mesmo o Batman ainda não era o cavaleiro soturno de outrora. E assim ganhou uma legião de fãs bem fiéis.




Fantasma Artzine é uma homenagem do editor Paulo Kobielski aos 80 anos do Espírito que Anda, completados em 2016, e traz um expressivo time de colaboradores. Textos do editor, de Glaucio V. Cardoso e José Magnago; e ilustrações de Silvio Ribeiro, Gabriel Renner, Eduardo Monteiro, Marcelo Salaza, João Anselmo, Juliano Kaapora, Antônio Éder, Lucas SB, Pablito Aguiar, Márcio Gotland, Paulo Zanon, Rodrigo Costa, Adão de Lima Jr, Rogério Souza, Jader Corrêa, Fábio Hasmann.
O grande destaque fica pela diversidade de estilos e representações do personagem feitas pelos desenhistas, compondo uma interessante galeria, como se vê na pequena amostra abaixo. Obra imperdível para os fãs do Fantasma.

Contato: Paulo Kobielski - pr.kobielski@hotmail.com













domingo, 5 de fevereiro de 2017

Livre


Tropeçando entre garrafas vazias e putas cheias

De repente enfrento meu reflexo

Não

Sou o mundo inteiro

Não

Não vou aceitar

Quero o abismo

Me jogo

Aaah

Livre

Apenas caindo

Infinitamente


domingo, 22 de janeiro de 2017

IFANZINE ZINES




























O projeto IFANZINE é um excepcional projeto de incentivo à produção artística conduzido pelo Alberto de Souza, o Beralto, fanzineiro das antigas que atualmente se dedica a promover oficinas e trabalhos de extensão no IFF, Instituto Federal Fluminense, em Macaé/RJ, utilizando os fanzines como ferramenta de ensino-aprendizagem junto aos estudantes do instituto. Em alguns anos de trabalho, o IFanzine já produziu diversos zines e oficinas, envolvendo a comunidade local e parcerias pelo Brasil afora.
As publicações mais recentes, lançadas no final de 2016 são o PEIBÊ 5 e o CAFÉ FILOSÓFICO 2.
O PEIBÊ, ao longo de suas cinco edições, revelou ótimos talentos que desenvolveram seus trabalhos nas oficinas ministradas no IFF. Além disso, traz em suas páginas a colaboração de diversos artistas. O nº 5 apresenta obras de Cátia Ana, Sara Gaspar, Raphael Viana, Beralto, Thina Curtis, Paulo José, Jefferson Sadzinski, Wagner Nyhyw, Kim Alexies, Hylio Lagana, Eberton Ferreira, Fernando Prado, Glauco Torres Grayn, Ian Rocha, Carlos de Brito, Karoll Castro, Débora Morais, Danielle Barros, Edgar Franco, Kezia Campos.
Já o Café Filosófico é uma parceria com outro projeto de extensão do IFF e sua 2ª edição é dedicada aos chamados Quadrinhos Poético-Filosóficos, interessante vertente das HQs que foi consagrada nos traços de autores do naipe de Gazy Andraus, Edgar Franco e Danielle Barros. Esta publicação é uma ótima referência para quem quiser saber mais sobre a história, características e panorama atual desse tipo de HQ. 









Um pouco mais das produções e parcerias do IFANZINE: