É O QUE É. E O QUE NÃO É.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

QI 148 disponível


QI 148 disponível. Este já começa com uma capa dupla, sacada bem criativa. Isto é um dos diferenciais dos zines de papel, as possibilidades de experimentações com montagens, recortes e colagens. Seguimos com os costumeiros ótimos artigos e curiosidades, além de HQs e ilustrações. Se anos atrás o QI era conhecido principalmente pela divulgação de fanzines, agora cada vez mais se consolida como uma grande enciclopédia multicultural. Apesar do foco da publicação ser quadrinhos, as análises de publicações e artistas tornam-se valorosos textos sobre a cultura como um todo, ou sobre acontecimentos históricos interessantes. Neste número, por exemplo, os temas vão desde Lima Barreto até Robin Hood. O espaço destinado às cartas e mensagens dos leitores, o Forum, por si só, já é um envolvente painel informativo, sempre levantando assuntos que suscitam debates e reflexões diversas.
Como também de praxe, temos ainda o encarte especial A HISTÓRIA DO OESTE, escrito por Carlos Gonçalves. Este encarte me trouxe certa nostalgia, pois relata a publicação da revista de faroeste Storia Del West, que no Brasil saiu pela Ebal na revista Epopeia-Tri. Meu pai tinha algumas edições da Epopeia-Tri e foi um dos primeiros gibis que me lembro de ter visto na infância. Aprendi a ler praticamente sozinho com os gibis que meu pai adquiria, a ponto da professora na escola ficar impressionada com minha facilidade de entender o abecedário. É impressionante o quanto os quadrinhos são ferramentas incrivelmente eficientes para alfabetização de crianças, e deveriam ser mais utilizadas por pais e mestres.

Contato: Edgard Guimarães - edgard.faria.guimaraes@gmail.com










quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Ser ou Escrever?





que sou?
poeta
não
contista
não
escritor
não
escrevinhador
hmmm
aquele que faz
escrevinhação
adivinhação?
invenção?
apenas ação?
ou
escrevinhador
aquele que escreve
dor
escridor
criador
inventor
impostor
escreve sem conhecer
as dores da vida
escrevida
escrevivo
escrecrio
(escrecrio foi de fuder, neologismo feio da porra, desculpe, tá ficando chulo, escrev tá mais pra excrem excremento escrevimento atrevimento aporrinhamento)
ou
apenas escrever
sem ser ou fazer

domingo, 17 de dezembro de 2017

A ARTE DE NADEAR




Segundo o dicionário que um dia escreverei nadear significa fazer nada. Mas não é fazer nada no sentido de se dedicar à inutilidade, à mediocridade, ao sem sentido. É mergulhar de verdade no nada. É trabalhar o nada. É se misturar ao nada. Sentir o nada.
Quer algo mais poético?
Mais belo?
Mais honesto?
Nadear é a maior das artes. Bem, talvez não a maior, mas é sublime.
As pessoas devem tirar alguns momentos de sua rotina para se entregar ao nada. Alguns momentos apenas é o suficiente para retornar transrecriado para sua realidade.
Nadear é vida.
Nadear é existir.

sábado, 16 de dezembro de 2017

Zines recebidos: Peryc 03

Mais uma caprichada publicação recebida do incansável Denilson Reis. É a terceira edição do seu bárbaro PERYC. Este número traz HQs e ilustrações de diversos colaboradores em 32 páginas ambientadas na selvagem sociedade pós-holocausto nuclear. Vale destacar nas correspondências do Denilson que até a carta que ele escreve é um fanzine, é o carta-zine L'ATMOSFERE, que se torna assim um simpático zine personalizado.

Contato:
Denilson Reis
tchedenilson@gmail.com
http://perychq.blogspot.com.br/
http://quadrantesul.blogspot.com.br/








domingo, 10 de dezembro de 2017

Reboco Caído 38, Rusgas 3 e Mais


Receber um pacote de zines é sempre um momento especial. Se for um pacote do Fabio, então, já se pode esperar muita coisa boa. O pacote da vez veio com várias edições do REBOCO CAÍDO, incluindo a edição mais recente, a 38, que saiu em pouquíssimo tempo após a 37, mostrando a impressionante resistência desse zine. Este número traz textos de Rojefferson Moraes, Fabio, Wagner Teixeira, Miró da Muribeca, e boas entrevistas com as bandas Eskröta, Cérebro de Galinha, Socialphobia.
Além dos Rebocos, temos ainda algumas maravilhas solo do genial Solano Gualda, com o RUGAS 3, trazendo seus ferozes textos e ilustrações, e o antológico O HOMEM QUE ARRANCOU E FUMOU O PRÓPRIO PÊNIS.

Contatos:
Fabio da Silva Barbosa
Solano Gualda
Caixa Postal 21819
Porto Alegre - RS
CEP 90050-970
fsb1975@yahoo.com.br
http://rebococaidozine.blogspot.com.br/
http://rascunho100rumo.blogspot.com.br/





















segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

SEGUNDA PESSOA




estava Eu
sim
Eu
Deus
tranquilo na minha
quando você apareceu
disse
sou Você
Eu?
sim
sou Você sim
sou
Você
Deus

ora
mas que afronta
que blasfêmia
que tesão
que paixão
nos entregamos loucamente
ao mais sublime amor
amor divino
Somos Deus