É O QUE É. E O QUE NÃO É.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O ÚLTIMO TETRARCA

(Por: Reverendo W. Van Baco)


Tetrarca. Gosto dessa palavra. Não sei por que me veio à mente, pergunte para algum especialista em redes cognitivas. É uma palavra rara, um diamante lexical, por isso talvez brilhe tão intensamente. Tetrarca. Existiram poucos tetrarcas, assim quase ninguém já ouviu ou leu essa palavra. Como pode mera combinação fonética formar tão precioso tesouro? Eu pagaria para tê-la como único senhor. Mas não vou repeti-la mais, não retornarei a esse assunto. Não deixemos o diamante se transformar em pedra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário