APESAR QUE NYHYW.BLOGSPOT.COM NÃO DEU CERTO

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

ANORMAL ZINE ENTREVISTA ANORMAL ZINE

O folclórico Anormal Zine agora faz parte do Partes. A partir de agora, este blog passa a ser o canal oficial de informações sobre as novidades desta loucura em forma de fanzine.
E para inaugurar esse nosso novo patamar de insanidade, segue uma exclusiva entrevista que a equipe do Anormal fez com... o editor do Anormal. !!??




Olá, amiguinhos. Bem vindos ao universo do Anormal Zine. Depois de muitas tentativas frustradas e negociações, finalmente conseguimos! Temos a honra e o orgulho de entrevistar: o Editor do Anormal Zine. Vamos lá.

Anormal Zine: É um prazer entrevistar o senhor.
Editor do Anormal Zine: Por favor, deixa disso, nada desse negócio de senhor. Pode me chamar de Vossa Excelência Reverendíssima.

AZ: Ok. Nós gostaríamos que V.Ex.ª Rev.ma explicasse aos leitores o que é o Anormal Zine?
EAZ: O AZ é uma doença. E ninguém ainda conseguiu descobrir uma cura.

AZ: Como está sendo a recepção da edição mais recente do AZ, o Anormal Zine Ultra Deluxe Maximum Premium Anthology?
EAZ: Um sucesso absoluto! Nossos três leitores adoraram e fizeram muitos elogios. Estamos muito felizes e animados para novas produções.

AZ: O que podemos esperar do próximo AZ?
EAZ: O de sempre, mas como nunca antes visto.

AZ: V.Ex.ª Rev.ma tem um singelo e humilde projeto de dominação mundial. Como isso se dará?
EAZ: É um processo lento, mas fatal. Aos poucos estamos espalhando o vírus AZ mundo afora. E como disse anteriormente, não há uma cura conhecida. Assim, uma vez infectado, não há mais volta. E é um vírus extremamente contagioso. Quem está contaminado passará adiante com qualquer tipo de contato. Estamos agora testando formas de acelerar esse processo para concluí-lo antes de 2012.

AZ: Então acredita que o mundo irá mesmo acabar em 2012?
EAZ: Claro. Nostradamus previu isso. Veja esta profecia dele:
Irmãos e irmãs cativos em lugares diversos
Achará eles passando perto do monarca:
Contemplando eles seus ramos atentos,
Desagradando para ver as marcas em queixo, frente e nariz.

AZ: ??? Não consigo visualizar nada aí que indique o fim de tudo em 2012.
EAZ: Ora, não seja ingênuo. Observe que Irmãos e irmãs cativos em lugares diversos
significa que toda a humanidade, em todos os lugares, estará indefesa e impossibilitada de escapar. O monarca evidentemente é o rei supremo, ou seja, Deus, ou qualquer que seja a força que rege o cosmos. Todos passarão por deus e contemplarão seus ramos. Ramos é uma alusão à linhagem, à família, à árvore genealógica. Ou seja, todos os seres, do presente e do passado, estarão mortos, estarão juntos no próximo estágio da existência, será o fim do mundo dos vivos. E as marcas em queixo, frente e nariz denota um estado de conjunção, de alinhamento. Obviamente é uma referência ao alinhamento do sol com o centro da Via Láctea. Esse fenômeno astronômico é raríssimo e só acontece uma vez a cada 26 mil anos. E o próximo será justamente em dezembro de 2012. Portanto, não há nenhuma dúvida sobre o fim de tudo em 2012.

AZ: Puxa!
EAZ: Mas aviso a todos que ainda assim o AZ irá continuar. Não é qualquer apocalipsezinho que irá nos abalar.

AZ: Aproveitando o assunto, existe mesmo vida após a morte?
EAZ: Porque você não se mata e descobre?

AZ: O que inspira V.Ex.ª Rev.ma a produzir?
EAZ: Me inspiram as pedras, me inspiram as pequenas formigas domésticas que passam sob nossos pés sem se importar com nosso tamanho, me inspiram as formas estranhas que as nuvens adquirem às vezes, me inspira a cadela no cio cheirada pelo cão nunca anteriormente visto, me inspira a teoria de que o universo se expande e se aniquila em um infindável buraco negro chamado de Grande Atrator, me inspiram os filhos de vosso ventre, me inspira não saber de mais nada. Só isso.

AZ: Quais suas preferências? Livros, músicas, etc?
EAZ: Pornografia em geral. Nenhum nome em especial.

AZ: Como é o seu processo criativo?
EAZ: Primeiro me embebedo. Então pego papel e caneta e procuro as idéias. Se elas não aparecem me espanco até que venha alguma inspiração. Depois, quando acordo de ressaca, momento em que meu senso crítico está o mais alto possível, leio o que escrevi e faço a revisão final. Ou jogo tudo fora, que é o mais provável.

AZ: É verdade que V.Ex.ª Rev.ma é paciente de um manicômio e só edita o AZ quando está internado?
EAZ: É verdade. Aliás, é onde estou nesse momento.

AZ: Mas V.Ex.ª Rev.ma está bem na minha frente.
EAZ: Exato.

AZ: Muitos zines estão literalmente saindo do papel e se tornando virtuais. O AZ pode também seguir esse caminho?
EAZ: O AZ sempre saiu em papel, mas nunca teve um formato especifico. Já foi A6, A5, formato de flyer, forma circular, então nada impede que ele tenha uma ou outra edição virtual. Mas nunca deixará de ter edições impressas. E também não tem que ser necessariamente em papel. Pode ser em qualquer coisa, plástico, papelão, cerâmica, capim, esterco, não importa o material, o importante é produzir.

AZ: Agora a pergunta que todos esperavam: com que idade V.Ex.ª Rev.ma perdeu a virgindade?
EAZ: Boa pergunta, muito pertinente. Foi aos 8 anos, com a Cheetara.

AZ: Cheetara? Dos Thundercats?
EAZ: Isso, eu tinha a coleção completa dos bonecos deles e me apaixonei pela Cheetara. Eu tirei uma das pernas dela e aí...

AZ: Sim, sim, ok, já entendemos. Outra pergunta que não poderíamos deixar de fazer: o que acha do Projeto HAARP e a manipulação do clima?
EAZ: É uma questão polêmica, com certeza. Teoricamente seria bom, pois  poderíamos contornar desastres ambientais. Teríamos a possibilidade de, por exemplo, minimizar a seca do nordeste. Mas (sempre tem um mas), por outro lado, existem boatos de que o projeto estaria sendo usado para provocar inundações, de acordo com interesses políticos. A tecnologia é assim, pode ser usada para salvar ou para destruir. Creio que não se deve barrar o avanço científico, mas acompanhar e fiscalizar bem de perto. Parece que o Haarp está sendo conduzido totalmente às escuras, sem muitos esclarecimentos sobre o que vem sendo feito. Aí é complicado. Satisfações devem ser cobradas.

AZ: Pra terminar, deixe uma mensagem para os fãs do AZ.
EAZ: O quê? O AZ tem fãs?


 Toda a equipe do AZ gostaria de mandar um grande beijo para a amiga Cheetara

7 comentários:

  1. Ótima entrevista com V.Ex.ª Rev.ma

    ResponderExcluir
  2. PORRA! MUITO SHOW!
    FIQUEI LENDO E IMAGINANDO A SUA CARA!HUEIHIHOUA!!!
    VAMOS MARCAR DE XAROPAR DE NOVO!

    ResponderExcluir
  3. Você chegou a comer a Cheetara!
    Tivemos um caso, mas o lance babou depois que ela me pegou enfiando a naba na Barbie da minha prima.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao Anormal zine por ter conseguido essa exclusiva entrevista com S.Ex.ª Rev.ma editor do Anormal Zine! Não é pra qualquer um! Qual outro veículo de cominicação - no mundo todo - conseguiu tal façanha até hoje? Nenhum!!!

    Mais um ponto para o Anormal Zine!!!

    (www.expressaoliberta.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  5. Eae Wagner, quanto tempo brother, hoje fui no meu antigo trampo em São Caetano e me entregaram duas cartas tuas de jul/10 falando do Anormal Zine Ultra Deluxe Maximum Premium Anthology, heheh, como tão as publicações, ultimamente tenho mantido contato com alguns amigos através do facebook, tem o Henry Jaepelt,Edgar Franco, Petter Baiestorf, e outros, tb acompanho o blog do Laerçon do zine Boca Suja, blogdolaercon.blogspot.com
    do resto é isso, grande abraço e é um prazer reecontrá-lo, a entrevista ficou 10!!!

    ResponderExcluir